25 de maio de 2010

Compulsão alimentar com rodízio de comida japonesa




O comportamento de compulsão alimentar (binge eating) define-se por um consumo excessivo de alimentos acompanhado de perda de controle. A pessoa fica sem escolha entre comer ou não, sendo praticamente um refém de um impulso incontrolável. Inicialmente, este impulso lhe dá prazer e posteriormente, traz culpa e sofrimento.

A compulsão alimentar também pode ser um comportamento eventual, não apresentando incômodo ao sujeito ou um quadro parcial, trazendo desconforto, geralmente o leva a procurar tratamento. Já o transtorno de compulsão alimentar periódica, além de preencher todos os critérios diagnósticos (ver artigo), apresenta sofrimento e impedimento na vida decorrentes desta patologia.



Para saber mais:


Borges, M.B. e Jorge, M. R. Evolução histórica do conceito de compulsão alimentar. Psiquiatria Unifesp/SP, v.33, n.4, 2000.

Duchesne, M. et al. Neuropsicologia dos transtornos alimentares: revisão sistemática da literatura. Rev. Bras. Psiquiatria, vol. 26, n.2, p.107-117, 2004.

Imagem:

http://www.atribunamt.com.br/wp-content/uploads/2010/01/comida-japonesa-cor.jpg

22 de maio de 2010

Afasia acompanhada de arroz com páprica


O que normalmente causa a afasia? Em indivíduos destros, um acidente vascular cerebral (AVC) no hemisfério esquerdo é sua frequente causa. Afasia é a perda ou prejuízo da linguagem causada por disfunções em regiões específicas do cérebro. Define-se como a perda parcial ou completa da capacidade de compreensão ou expressão da palavra, seja ela falada ou escrita.

Esse distúrbio da linguagem tem efeitos prejudiciais sobre a capacidade para desenvolver suas atividades de trabalho, assim como para interagir com as pessoas. É claro que tudo irá depender do tipo de afasia e da natureza dos componentes da linguagem expressiva ou receptiva.




Para saber mais:

Nitrini, R., Caramelli, P e Mansur, L. Neuropsicologia. Das bases anatômicas à reabilitação. São Paulo, SP: 2003.


Imagem:

http://insidetracknews.blogspot.com/2007_06_10_archive.html

20 de maio de 2010

Prosopagnosia com omelete de cogumelo


Mas, o que significa prosopagnosia?


Bom, prosopagnosia (face blindness) é a incapacidade de reconhecer um rosto, mesmo que o indivíduo consiga identificar pessoas através de suas vozes ou por outros detalhes visuais tais como estatura ou forma de se vestir.

As pessoas que sofrem desse distúrbio não possuem nenhum problema de visão, mas quando olham para as faces e fecham os olhos, não conseguem montar um conjunto, só lembram das partes. Podem não reconhecer seu próprio rosto no espelho e frenquemtemente, não reconhecem rostos famosos.

video

Essa condição pode ser decorrente, por exemplo, de traumatismos cranianos, tumores, lesões vasculares, e mais recentemente, por causa genética. As lesões típicas podem envolver o córtex e a substância branca do giro occipto-temporal. Normalmente, são bilateriais, mas quando unilaterais são à direita. Geralmente, está associada à acromatopsia central, inabilidade cosntrucional, perda de memória topográfica e apraxia no vestir.

Para saber mais:

Leme, R.J.A. et al. Prosopagnosia após ferimento por arma de fogo. Arq Bras Neurocir 18(2): 104-108, 1999

Imagem:

http://www.buffyholt.com/blog/wp-content/uploads/2009/09/magritte_thesonofman.jpg